O tráfico de drogas colonial e o Império Britânico

Nova Margem

Por Michel Chossudovsky, via Global Research, tradução de Eduardo Pessine, revisão por Flávia Nobre

Usuários de ópio na China. Gravura de G. Paterson, meados do século XIX.
Usuários de ópio na China. Gravura de G. Paterson, meados do século XIX.

Através da resolução 42/112 de dezembro de 1987, a Assembléia Geral da ONU decidiu definir o dia 26 de junho como o Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico de Drogas, como uma expressão de sua determinação em fortalecer a ação e cooperação no objetivo de uma sociedade internacional livre do abuso de drogas.

Conscientizar?

Apesar de raramente reconhecido, o tráfico de drogas (“legal”) foi iniciado pelo Império Britânico. E há continuidade. O rótulo colonial foi abandonado. Hoje, o comércio de drogas (“ilícitas”) é uma operação multibilionária.

Os dois principais centros de produção atuais são:

• O Afeganistão, que produz aproximadamente 90% do ópio do mundo (transformado em heroína e outros opióides). Houve um programa bem-sucedido de erradicação das drogas em 2000-2001…

Ver o post original 1.264 mais palavras

O CAMPO GEOMAGNÉTICO, ANOMALIA E A RESSONÂNCIA DE SCHUMANN.

O campo magnético da Terra é resultado de fenômenos que ocorrem no interior do planeta. A Terra funciona como um enorme dínamo. De acordo com essa teoria, a maior parte do campo magnético é gerado pela movimentação dos metais líquidos que compõem a porção mais interna do manto do planeta.

Um elemento fundamental que favoreceu a origem da vida na Terra é a presença de um grande núcleo metálico que junto com a rápida rotação produz um campo magnético que blinda o planeta da radiação cósmica nociva (Gribbin, 2018). Este campo é formado pela atividade geológica interna do planeta que ocorre a cerca de 3 mil km de profundidade.

Durante a formação do nosso Sistema Solar e da Terra, houve o choque de Theia, um corpo celeste (planetesimal) formado na mesma órbita que a de nosso planeta. Esse planetesimal foi extremamente importante para que o material metálico dos dois objetos…

Ver o post original 4.283 mais palavras

A palavra é uma arma revolucionária

Disque 2020 para rebobinar

⚠️AVISO SPOILER: O ÓDIO QUE VOCÊ SEMEIA⚠️Contém descrição de cenas, menção ao enredo e ao final

Onde assistir: Telecine Play

“The hate u give lil’ infants fucks everybody” é o desmembramento de uma das grandes músicas do rapper Tupac, e que representou um movimento social liderado por ele próprio nos anos 90 para coibir a banalização da morte de pessoas negras por policiais brancos nos Estados Unidos. Cerca de 30 anos depois, essa música-movimento e em especial a morte de Oscar Grant inspiraram Angie Thomas a escrever o livro fictício O Ódio que Você Semeia (The Hate U Give), que infelizmente de ficção não tem nada: diversos episódios de brutalidade policial contra pessoas negras seguem acontecendo na mesma frequência, tendo culminado na última semana com a enorme repercussão do assassinato filmado de George Floyd pela polícia estadunidense.

O Ódio que Você Semeia (2018) é baseado no livro…

Ver o post original 787 mais palavras

A Linguagem e o Pensamento

Novos Caminhos

No século XVII, um grupo de pensadores estabeleceu a Gramática de Port-Royal com o objetivo de demonstrar as propriedades universais da linguagem através dos aspectos comuns encontrados em línguas como o latim, grego, espanhol e italiano. Esse modelo de gramática especulativa demonstrava que todas essas línguas obedeciam a um sistema lógico e racional geral apenas sofrendo algumas variações. Essa característica universalista de Port-Royal estava limitada às estruturas das línguas indo-européias e afro-asiáticas, únicas conhecidas na época.

No século XX, Edward Sapir(1884-1939), antropólogo e linguista alemão, e seu seguidor Benjamin Lee Whorf(1897-1941), linguista norte-americano, levantaram a hipótese de que a linguagem influencia a maneira como observamos, pensamos e descrevemos o mundo e portanto, seria imprescindível na formação das imagens mentais.

Segundo a hipótese de Sapir-Whorf, essa relação entre linguagem e pensamento está associada ao relativismo linguístico, isto é, ao fato de que, em parte, diferentes línguas formam diferentes pensamentos, e ao…

Ver o post original 149 mais palavras

S02E13 – Resquícios de memórias: escritoras cearenses do século XIX, com a Profa. Carla Castro

Clássicxs Sem Classe

Nesse episódio, a Profa. Carla Castro, autora do livro “Resquícios de memórias”, fala sobre escritoras do Ceará do século XIX, com especial destaque para Anna Nogueira Baptista e Ana Facó.

Para ouvir: Spotify / Anchor / Youtube / PocketCasts / iTunes / Stitcher / Overcast

Para participar e enviar mensagens de voz: https://anchor.fm/julianabrina/message

Ver o post original 2.870 mais palavras

S02E14 – Anna Seghers e seus romances Das siebte Kreuz (A Sétima Cruz, 1942) e Transit (Em Transito, 1944)

Clássicxs Sem Classe

Nesse episódio, eu falo sobre a escritora judia alemã Anna Seghers e sobre seus romances A Sétima Cruz  (Das siebte Kreuz, 1942) e Em Transito (Transit,1944).

Para ouvir: Spotify / Anchor / Youtube / PocketCasts / iTunes / Stitcher / Overcast

Para participar e enviar mensagens de voz: https://anchor.fm/julianabrina/message

Ver o post original 7.009 mais palavras