Senadores vão à Europa denunciar golpe no Brasil. Países do Euro podem cortar relações

Luíz Müller Blog

Uma comitiva de cinco senadores desembarcou hoje em Lisboa, Portugal, para amplificar na Europa a denúncia do ‘golpe de Estado’ ocorrido no Brasil na última quinta (12).

Liderados pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR), copresidente da Eurolat, os congressistas brasileiros participarão de uma assembleia geral na terça-feira (17) do organismo que reúne os parlamentos latino-americanos e o Parlamento Europeu.

Além de Requião, estão além-mar os senadores Lídice da Mata (PSB-BA), Lindbergh Farias (PT-RJ), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e Gleisi Hoffmann (PT-PR).

Requião deverá relatar o clima pós-golpe no Brasil, de fragilidade institucional e de divisão dos brasileiros em virtude da mídia e da direita golpistas.

A comunidade internacional vem dizendo não reconhecer como legítimo o governo interino de Michel Temer (PMDB), que ascendeu ao poder com a deposição da presidente eleita Dilma Rousseff (PT).

Países da Alba (Venezuela, Cuba, Bolívia e Equador), da UNASUL e Mercosul também se manifestaram contra o golpe…

Ver o post original 130 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s