Intolerância

Os homens não são meus semelhantes, são aqueles que me olham e me julgam; meus semelhantes são os que me amam e não me olham, que me amam contra tudo, que me amam contra a decadência, contra a baixeza, contra a traição, a mim e não ao que já fiz ou farei, que me amariam tanto quanto eu me amaria a mim mesmo —

André Malraux, A Condição Humana

 

Já li matérias sobre estudos científicos que comprovam que nós, seres humanos, nascemos com empatia. Assisti a um vídeo, inclusive, de um psicólogo britânico (cujo nome não me recordo, infelizmente) que fazia testes de empatia com bebês recém-nascidos e demonstrava o quanto essas criaturinhas manifestavam reações e atitudes de acordo com os estímulos recebidos. Era impressionante. Ao mesmo tempo, ele procurava explicar que o processo de socialização que sofremos pode nos privar em parte ou por completo dessa…

Ver o post original 770 mais palavras

Anúncios

One Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s