AS SOMBRAS DE 1964 E DE 1989: a manipulação pela mídia como estratégia da direita.

Sustentabilidade e Democracia

malcon-x-midia

Autores: Sandro Ari Andrade de Miranda (advogado no Rio Grande do Sul e mestre em ciências sociais), e Luciana Leal de Miranda (advogada no Rio Grande do Sul).

O gaúcho João Goulart não pode ser considerado como um Revolucionário. Mas o seu governo foi marcado por uma radicalização dos movimentos sociais e sindicais, por uma aproximação com a esquerda política, e pela proposta das reformas de base.

Herdeiro da tradição Getulista, e seguidor de Leonel Brizola, alicerçado nos movimentos sociais, e inspirado nas obras de intelectuais como Celso Furtado e Paulo Freire, João Goulart apresentou como necessárias as seguintes reformas:

  1. Reforma agrária, que não se resumia à redistribuição de terras não utilizadas ou subutilizadas, mas compreendia a realização de obras de irrigação, drenagem e açudagem.
  2. Reforma educacional, com a valorização do magistério e do ensino público em todos os níveis, o combate ao analfabetismo, além de uma reforma…

Ver o post original 1.207 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s