Senado aprova projeto para equilibrar eleição de homens e mulheres

Blog do Renato

Senadores da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovaram nesta quarta-feira (26) projeto de lei que pode equilibrar as representações de homens e mulheres no Legislativo. Diferente da atual legislação, que obriga os partidos a destinar 30% das candidaturas para o sexo feminino, o projeto reserva metade dos assentos na Câmara dos Deputados, nas assembleias estaduais, na Câmara Distrital do Distrito Federal e nas câmaras de vereadores para as mulheres.

Agência Senado

Para a Procuradora da Mulher no Senado,não se pode falar em representação política justa enquanto as brasileiras estiverem pouco representadas no Parlamento.  

Para a Procuradora da Mulher no Senado,não se pode falar em representação política justa enquanto as brasileiras estiverem pouco representadas no Parlamento.

Para a Procuradora da Mulher no Senado, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), autora de vários projetos para aumentar a representação feminina nos parlamentos, não se pode falar em representação política justa enquanto as brasileiras estiverem pouco representadas no Parlamento. Ela acredita que isso pode mudar com a aprovação de propostas que garantam a eleição da mulher para…

Ver o post original 325 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s